Metaverso

Você conhece a tecnologia chamada metaverso? Neste texto escrevemos tudo o que você precisar sobre esta novidade do mundo tecnológico.

Quando o assunto é tecnologia sempre há novidades, a tecnologia muda praticamente a cada dia, o universo da tecnologia possui diversas oportunidades para empreendedores e empresários, mas para isto é necessário estar atualizado com as novidades do mercado.

Como o usuário interage com outros usuários do mundo vem sendo revolucionada todo através do metaverso. Empresas de tecnologia do Vale do Silício, como o Facebook, vem investindo dezenas de milhões para construir seu próprio metaverso.

Mas o que é o metaverso?

Muito mais que uma releitura da realidade virtual, o metaverso possui a pretensão de ser o futuro da Internet, em comparação seria a mesma revolução que os smartphones modernos foram para os telefones da década de 80.

Ao contrário da realidade virtual o metaverso permitirá que o usuário tenha acesso a um universo virtual mais amplo, e não apenas restrito apenas ao computador, mas assim, uma conexão com todo tipo de ambiente digital.

Enquanto a realidade virtual, ou ampliada, tem um uso mais limitado a indústria de jogos digitais, o metaverso poderá ser aplicado em áreas diversas como no ambiente corporativo, em shows, cinemas, e em espaços de lazer em geral.

Ainda é muito cedo para trazer um conceito para o metaverso pois sua própria utilização colaborará para conceituar e definir a tecnologia, mas para simplificar trata-se de um mundo virtual paralelo onde o usuário assume um avatar em 3D como uma representação de si próprio.

Impactos do metaverso

A tecnologia sempre alterou as relações humanas e negócios comerciais, com esta novidade não será diferente.

Só para ter uma ideia do impacto do metaverso a cantora pop Ariana Grande realizou um show para milhões de pessoas no jogo online Fortnite, uns dos jogos multiplayers mais jogados atualmente.

Jogos como Roblox e plataformas como a Unity, utilizada para desenvolvimento de aplicativos em 2D e 3D, vem construindo seus próprios universos interativos.

Marc Whitten, vice-presidente e gerente geral de criação da San Unity Software garante que “o metaverso será a maior revolução em plataformas de computação que o mundo já viu – maior do que a revolução móvel, maior que a revolução da web”.

Impactos nos mundos dos negócios

Os impactos do metaverso não estão somente nos mundos dos jogos, mas começam a aparecer nos mundos corporativos.

O Facebook tornar as reuniões por transmissão online ultrapassadas as substituindo por reuniões em ambientes virtuais, chamado “Workplace” através de avatares.

Já o VRChat vem sendo criado para ser um ambiente virtual para socialização entre pessoas de todo o mundo.

Através deste tipo de tecnologia inovadora é possível que pessoas experimentam roupas, acessórios e até mesmo carros enquanto compram online.

Ou ainda, o nicho de roupas virtuais, denominadas “skins” começa a criar força, roupas que somente existem no mundo virtual e que servem para vestir o avatar neste ambiente virtual.

Promessas para o futuro

Com a popularidade da internet, nos meados dos anos 90, surgiram iniciativas de criar universos com imersão digital, como o jogo de realidade virtual “Second Life” e “Habbo Hotel”, ambos sem sucesso.

Tais jogos fracassaram na sua missão principalmente porque a tecnologia da época era limitada, o atual cenário é diferente e os avanços da tecnologia prometem possibilitar imersões cada vez mais realistas.

A tecnologia atual já permite uma grande imersão neste mundo virtual, através de headsets e óculos como o VR o usuário entra, literalmente, no cenário virtual.

Com o avanço da tecnologia estes equipamentos estarão cada vez mais potentes aumentando a sensação de realidade o que torna possível a criação de um mundo real, porém virtual, basicamente as pessoas poderão ter relações humanas virtuais que fariam normalmente no mundo real.

Mark Zuckerberg, CEO da Facebook, afirma que além de ser a próxima geração da Internet, o metaverso também será o próximo capítulo para nós como empresa”, e continua: “Nos próximos anos, espero que as pessoas façam a transição de nos ver principalmente como uma empresa de mídia social para nos ver como uma empresa metaversa”.

Hoje os equipamentos que permitem acessar ambientes virtuais como os óculos VR, que permitem que o usuário veja, toque e sinta objetos virtuais, e hardwares que simulam escaladas, corridas e outras movimentações físicas, são caros e pouco acessíveis.

Mas espera-se que com o avanço da tecnologia estes ambientes virtuais sejam mais acessíveis o que aumentará a sua popularidade e uso em geral, além de ter outras formas de utilização.

Para uma experiência do metaverso mais real e integrada ainda é necessário softwares e hardwares com maior poder de computação e que possam gerar gráficos de maior qualidade, o que aumenta a sensação de realidade.

Por que empresas estão investindo tanto no metaverso

Os milhões de dólares investidos no metaverso explicam-se pelas funcionalidades variadas que esta tecnologia tem a oferecer, seus usos são quase que infinitos tudo a depender da criatividade de seus usuários.

É uma tecnologia que acrescenta ainda a ramos como o educacional, pois possibilita que os estudantes aprendam com maior vivência fatos históricos ou geográficos que antes somente podiam ser vistos através de fotos ou vídeos, mas, com um ponto de vista limitado.

Aliada a tecnologias como o escaneamento digital estudantes podem visitar virtualmente prédios históricos como o coliseu ou as pirâmides, por exemplo, com baixo custo e sem sair de suas casas ou escolas.

Com a ajuda da realidade virtual seria possível reproduzir pessoas já falecidas como entes queridos ou até mesmos figuras históricas.

A empresa que disponibilizar ao mercado este novo ambiente digital, como, por exemplo, os ambientes virtuais para convívio social, terá acesso a novos ramos de negócios que nunca antes foram explorados.

Empresas como o Facebook serão beneficiadas principalmente pelo acesso de usuários a estes novos ambientes virtuais bem como pela informação pessoal que podem ser utilizadas para vender anúncios e propagandas que poderiam ser inseridas nestes novos ambientes virtuais.

A Base é uma empresa especializada em soluções tecnológicas para o mundo corporativo.

Conheça mais sobre os nossos produtos.